Bicho-preguiça

bicho-preguiça (Folivora) está bem famoso na Associação Morada da Praia, e também não é pra menos sua aparência fofa parece que está sempre sorrindo pra nós!

 Ele pertencente ao filo Chordata, classe Mammalia, ordem Pilosa, a mesma do tamanduá, e está distribuído em duas famílias, a Bradypodidae e a Megalonychidae. As espécies de bicho-preguiça estão divididas em dois gêneros que se diferenciam basicamente pela quantidade de dedos.

Espécies do gênero Choloepus apresentam dois dedos em cada mão, e espécies do gênero Bradypus apresentam três dedos em cada mão.

A gestação do bicho-preguiça dura cerca de quatro a seis meses. O filhote, logo na primeira semana, começa a alimentar-se de folhas, entretanto, a amamentação pode durar até quatro semanas. Durante todo esse período, ele vive agarrado à mãe. Após os seis meses de vida, o filhote é deixado pela mãe e passa a viver sozinho.

Curiosidades:

  • o bicho-preguiça dorme cerca de 20 horas por dia;
  • o bicho-preguiça apresenta uma pelagem em tom marrom-esverdeado, e isso se deve à presença de organismos clorofilados, como algas verdes e cianobactérias, que ali vivem em simbiose com esse animal;
  • o bicho-preguiça é um ótimo nadador;
  • o bicho-preguiça só desce da árvore para fazer suas necessidades fisiológicas (o que pode acontecer uma vez por semana) ou para ir para outra árvore.
  • O desmatamento é a principal causa do desaparecimento dessas duas espécies, que passam quase todo o tempo de seus 50 anos de vida (em média) em cima das árvores, onde se alimentam de 22 espécies diferentes de vegetação da Mata Atlântica.

Agora conheceu um pouco melhor esse nosso amigo, fique de olho nas arvores, porém não toque neles, não tente alimentá-los muito menos realizar algum  tipo de manejo, caso acredite ser necessário  para isso temos uma equipe preparada! (13) 3312-1207 (Administração) e/ou whatsapp (13) 99741-3417

Preservar é viver!

Esta é mais uma publicação da parceria entre o Morada da Praia e a equipe da @Bioconsicentização, responsável pelo texto desta postagem.