Quero-quero

Não tem como falar dos animais do Morada da Praia sem falar do grande astro, o Quero-quero (Vanellus chilensis)

O quero-quero se alimenta de invertebrados aquáticos e peixinhos que são encontrados na lama. Para capturá-los, ele agita a lama com as patas para provocar a fuga de suas presas. Também se alimenta de artrópodes e moluscos terrestres.

Na primavera, a fêmea põe normalmente de três a quatro ovos. Nidificam em uma cavidade esgravatada no solo; os ovos têm formato de pião ou pera, forma adequada para rolarem ao redor de seu próprio eixo e não lateralmente, sendo manchados, confundindo-se perfeitamente com o solo. Quando os adultos são espantados do ninho, fingem-se de feridos a fim de desviar dali o inimigo; o macho, torna-se agressivo até mesmo a um homem.

 Possui um esporão pontudo, ósseo, com 1 centímetro de comprimento no encontro das asas, de cor vermelha. .Os filhotes são nidífugos: capazes de abandonar o ninho quase que imediatamente após o descascamento do ovo.

Então, quando estiver no Morada da Praia, respeite os limites de velocidade e tome cuidado para não atropelar os filhos. E não chegue muito perto, pois os adultos podem atacar.

Preservar é viver!

Esta é mais uma publicação da parceria entre o Morada da Praia e a equipe da @Bioconsicentização, responsável pelo texto desta postagem.