Ratão do banhado

Vamos falar do ratão do banhado (MYOCASTOR COYPUS), esse roedor super fofo!

Semiaquáticocrepuscular/noturno, mas pode apresentar alguma atividade diurna em ambientes mais preservados. Vivem em grupos, têm origem no extremo sul da América do Sul, mas são encontrados em várias partes do mundo, como EUA e Europa, onde há exploração com fins comerciais. São caçados em função da carne e da própria pele.

 De tamanho muito grande, com cerca de um metro de comprimento total, possui cauda menor que o comprimento do corpo, revestida de pelos curtos que não ocultam as escamas. Por ser um animal semiaquático, apresenta pelagem adaptada para a vida aquática, densa e macia bem como membranas interdigitais para facilitar a natação.

As patas anteriores possuem quatro dedos com garras fortes enquanto as posteriores com o quinto dedo livre, os demais unidos pela membrana. A coloração geral é amarelo-acinzentada, tracejada com pelos pretos, com uma mancha amarela sob as orelhas.

O ventre é branco e laterais do corpo castanho-amareladas. Esta espécie pesa de 4 a 8Kg e alimentam-se de plantas aquáticas, gramíneas até caramujos e pequenos peixes. Cada ninhada consta de 4 a 6 filhotes. Esses animais constroem plataformas com palhas e juncos que usam para descansar, mas também podem cavar profundas tocas no solo.

Algumas pessoas dizem ter nojo do ratão e acabam até colocando veneno, lembrando que é completamente proibido matar ou ferir qualquer animal, principalmente dentro do Morada da Praia, pois o mesmo está situado dentro do Parque Estadual Restinga de Bertioga

Preservar é viver!

Esta é mais uma publicação da parceria entre o Morada da Praia e a equipe da @Bioconsicentização, responsável pelo texto desta postagem.